Inovação…Ação de Inovar!

Com certeza a palavra mais falada da última década… Já virou clichê nos eventos, nos discursos, nas empresas, nas palestras… Ouço muito, mas vejo pouca AÇÃO!!! E para agir é preciso pensar e repensar no que já existe, ficar incomodado, sentir que pode fazer algo melhor, escrever, rabiscar, prototipar, discutir, querer espaço para experimentar , praticar o que pensou e principalmente, acreditar muito em você e na sua ideia… ação de inovar! Esse tipo de comportamento está muito atrelado a TRANSFORMAÇÃO, a ação de transmutar, converter, modificar. Sentir que você pode fazer mais e ir mais longe se tiver espaço, credibilidade e pessoas, que como você, compartilham da mesma opinião. Ela não sobrevive e não evolui num ambiente de caos, de dor, que limita pensamentos, sentimentos e expressões, ambientes onde temos gestão autocrática (eu mando e você obedece), pois ideias surgem das mentes de pessoas e pessoas insatisfeitas, inseguras, não expõem e não produzem novas ideias!

LOGO, INOVAÇÃO E TRANSFORMAÇÃO SE COMPLEMENTAM!!!

O processo de inovação inclui concepção, prototipação, desenvolvimento, gestão, boas práticas e técnicas que resultam na comercialização de novos produtos, ou novos processos. Também podemos definir que inovação pode ser “fazer mais com menos” recursos, por enxutar processos, ganhar produtividade, seja na forma de atender, gerir, desenvolver, custear, ou entregar gerando competitividade no mercado. E quando aumentamos a competitividade, alavancamos o crescimento ecônomico, da empresa, em todo país.

Hoje, existem várias possibilidades de inovar, aquelas que se referem a inovações de produto ou de processo são conhecidas como Inovações Tecnológicas. Essas são bem conhecidas, até porque a tecnologia é a base de quase todos produtos e negócios nos dias atuais. Já outros tipos de inovações, um pouco menos enfatizados, podem se relacionar a novos mercados, modelos de negócio e métodos organizacionais.

Mas por que eu devo transformar meu ambiente para inovar?

As inovações são capazes de gerar vantagens competitivas no mercado, a médio e longo prazo. Inovar tornou-se essencial para a sustentabilidade de empresas, pois aqueles que inovam ficam em posição de vantagem, de destaque em relação aos concorrentes e as outras empresas. Atraem bons profissionais, investidores, fazem parcerias com universidades, laboratórios, apoiam comunidades, abrem mais filiais, lojas … Uma empresa inovadora fomenta e expande mercado rapidamente! E por onde devo começar???….

Dê espaços para os profissionais expor suas ideias relacionadas aos produtos e serviços da empresa, criando quadros para visualizarem as ideias, faça reuniões quinzenais para ver o que pode ser construido em cada momento, faça pesquisas e ouça o que os clientes, usuários e consumidores acham do seu produto/serviço, faça reuniões quinzenais para ver o que pode ser construido em cada momento, realize Hackathons internos, quebre silos e coloque as áreas para se falarem, troquem conhecimentos e experiências no corredor, em espaços one a one, cafés e demais lugares, traga profissionais de fora da empresa para vir falar sobre suas competências, apoie que seus funcionários visitem outras empresas, vejam outros processos, conheçam novos produtos, estejam presente em eventos de produtos e processos em tecnologia e retorne aprendizado para dentro da empresa. Ou seja, dissemine…conhecimento, experiência e vivência. Acolha as ideias e aproveite elas da melhor forma possível. Estreitem laços e comuniquem-se!

Acabou a era de trabalhar sozinho numa ideia!

Juntos fazemos a diferença 🙂

Até breve!

Deixe uma resposta