Modelo de Aprendizagem 70:20:10…Você conhece?

Há muitos anos atrás, exatamente em 1995, eu me formava no Magistério e saía para o mercado para lecionar, com uma mochila repleta de ferramentas para trabalhar ensino-aprendizado nas salas de aula. Facilitação, didática, oratória, métodos de aprendizagem e psicologia para compreender os estados mentais, os comportamentos, as interações e conexões entre as pessoas… Um cenário recheado de cases e desafios… Mas sendo muito sincera com vocês… não imaginava que um dia eu pudesse trazer toda essa bagagem para as empresas. Ao meu ver, isso é um bom sinal! Estamos nos preocupando mais com as pessoas, com nossos colaboradores, não é mesmo?! É um motivo de muita alegria. Acredito que a Transformação Digital e a Transformação Ágil têm ajudado muito nesse aspecto, de reforçar que as boas ideias partem das pessoas e que quando elas trocam experiências e informações, extraímos o melhor delas. O Modelo 70:20:10 está ai pra isso!

O Modelo de Aprendizagem 70:20:10 surgiu na decada de 1990, quando três professores, Morgan McCall, Robert Eichingir e Michael Lombardo, todos da Carolina do Norte (EUA), desenvolveram um estudo sobre como estimular novas experiências e expandir o aprendizado em diferentes situações e cenários. Os professores descobriram que, para a motivação ser presente e impulsionar os profissionais a mudarem a forma de pensar, sentir e agir, é preciso criar um ambiente colaborativo, estimulado por diversas abordagens, internas e externas. Logo, o objetivo do Modelo de Aprendizagem é encontrar novas formas de desenvolver os profissionais dentro das empresas, para que eles absorvam novos conteúdos, tendo oportunidade de crescer em suas carreiras e ao mesmo tempo podendo ajudar as empresas a alcançarem objetivos. Mas como é feito esse trabalho? Abaixo explico as 3 abordagens do modelo, que devem estar SEMPRE INTEGRADAS! São elas

70% de aprendizado está relacionado a prática! Conhecida como aprendizado “on-the-job” ( mão na massa), indica que 70% do aprendizado do colaborador precisa vir das suas experiências e vivências profissionais. Ou seja, na rotina profissional precisa ter responsabilidades e práticas que o desafiem. O aprendizado vai acontecer através dos erros e acertos, da troca de técnicas, da melhoria de processos, das conversas informais para encontrar soluções.

20% de aprendizado está relacionado ao compartilhamento! Indica que 20% do aprendizado deve ser resultado das interações e conexões com os outros profissionais no ambiente de trabalho. Essa porcentagem inclui os feedbacks (leia mais sobre feedback clicando aqui!), observações ( leia mais sobre clicando aqui!) e percepções dos profissionais, que podem surgir no dia a dia, serem discutidas e servir como inspiração para alcançar possíveis resultados. Nesse contexto, o processo de Coaching e o Mentoring podem ajudar bastante o profissional a desenvolver as competências necessárias (leia mais sobre coaching e mentoring clicando aqui!).

10% de aprendizado está relacionado a teoria! Os 10% que restam correspondem ao aprendizado adquirido por meio de capacitação, cursos, workshops, leituras, certificações, participação em eventos, seminários e congressos. A teoria sempre vai nos trazer algum tipo de conhecimento! Mas a teoria unida a prática que nos traz aprendizado e resultado!

Portanto, o Modelo de Aprendizagem 70:20:10 tem que ser aplicado na sua totalidade (100%). Caso isso não seja feito, ou seja aplicando uma abordagem de cada vez, o modelo não trará eficácia para a evolução do profissional e muito menos para a empresa. O Modelo 70:20:10 é um conjunto de diferente ações que devem ser realizadas juntas, pois as 3 abordagens se complementam e geram boas entregas. Outra dica é unir o Modelo de Aprendizagem ao Plano de Carreira da empresa, com acompanhamento mensal e apoio dos líderes, gerando engajamento e comprometimento, tanto do profissional, quanto da empresa.

Incentive sempre seus profissionais a buscar estudo e pesquisas, participar de eventos dentro e fora da empresa, conversar e interagir com outros profissionais, participar de cursos e principalmente, a colaborar e compartilhar com os demais ideias e sugestões. Crie espaços, ambientes e rotinas para essas ações acontecerem!

Espero que tenham gostado do artigo 🙂

Até breve!

Deixe uma resposta